Guia completo de vacinas para cachorros: tipos, preços e calendário de vacinação

Vacinas para cachorros: conheça os tipos de vacinas (V8, V10, V10, Antirrábica, Giárdia, Gripe Canina e Leishmaniose) e o calendário de vacinação

Existem diversas vacinas para cachorros filhotes e adultos, como as polivalentes V8, V10, V11, antirrábica, contra a giárdia, tosse dos canis e também a leishmaniose. Mas será que meu cão precisa de todas elas?

Esta é uma das primeiras dúvidas que surge na cabeça de tutores que seguem as recomendações da posse responsável em busca de proporcionar uma vida mais longa e saudável para o seu peludo.

Portanto, neste guia completo de vacinas para cachorros você terá respostas para questões como:

  • Qual a importância das vacinas para os cães?
  • A vacinação canina é obrigatória?
  • Quais vacinas ele realmente precisa tomar?
  • Quais as diferenças entre as múltiplas V8, V10 e V11?
  • Qual o esquema de vacinação correto?
  • Quanto custa essas vacinas caninas?
  • Existem vacinas gratuitas para cachorros?

Aproveite para conferir também nosso guia completo de vacinas para gatos. Conheça os tipos, preços e calendário de vacinação.

A importância das vacinas para cachorros

Em primeiro lugar, é preciso entender que assim como os humanos, os cães estão expostos a uma série de bactérias que são responsáveis por causar doenças graves.

Inclusive, algumas delas levam o animal à morte em pouco tempo.

Embora não exista uma lei que possa incriminar tutores que não vacinarem seus pets, é fundamental e de extrema importância que todas as raças de cachorros e cães sem raça definida, os populares vira-latas, sejam vacinados.

Da mesma forma que nos vacinamos para nos protegermos de perigosas patologias, as vacinas para cachorros é o que imunizará nossos pets.

Outro excelente motivo para vacinar os cães, e que muitas vezes não é citado, é que algumas doenças são zoonoses (transmitidas dos animais para humanos).

Ou seja, além de proteger seu peludo, vaciná-lo é uma maneira de proteger a si mesmo e sua família.

Principais vacinas para cachorros

As vacinas caninas consideradas essenciais, dentro da posse responsável, são a polivalente e antirrábica, sendo a primeira apresentada em três versões:

Vacina V8 (Óctupla)

A vacina V8 ou óctupla canina, como também é conhecida, protege os cachorros das seguintes doenças:

  • Cinomose
  • Coronavirose
  • Parvovirose
  • Parainfluenza canina
  • Hepatite infecciosa canina
  • Adenovirose
  • Leptospirose canina

Vacina V10 (Déctupla)

A vacina V10, também chamada de déctupla canina, quando aplicada imuniza os cães contra sete doenças:

  • Cinomose
  • Coronavirose
  • Parvovirose
  • Parainfluenza canina
  • Hepatite infecciosa canina
  • Adenovirose
  • Leptospirose canina

Vacina V11

Assim como as vacinas V8 e V10, a V11 irá proteger seu cão das seguintes patologias:

  • Cinomose
  • Coronavirose
  • Parvovirose
  • Parainfluenza canina
  • Hepatite infecciosa canina
  • Adenovirose
  • Leptospirose canina

Diferença entre as vacinas V8, V10 e V11

Se as vacinas V8, V10 e V11 imunizam os cachorros contras as mesmas doenças, afinal, qual a diferença entre elas?

A resposta está na prevenção da leptospirose canina.

As vacinas polivalentes (ou múltiplas) V10 e V11 possuem sorovares adicionais capazes de proteger os cães de vírus diferentes desta doença.

Contudo, vale ressaltar que, na prática, isto não as torna melhores do que a vacina V8, uma vez que no Brasil nunca foram encontrados registros dos diferentes tipos de leptospirose.

Vacina antirrábica para cachorros (Raiva)

Embora esteja praticamente erradicada no país, a raiva canina é uma doença que gera bastante preocupação, pois a taxa de mortalidade dos infectados beira os 100%.

Além de não ter cura, existe ainda o agravante de ser uma zoonose, doença que pode ser transmitida dos cães (ou qualquer mamífero infectado) para as pessoas.

Portanto, a vacina antirrábica para cachorros, ou popular vacina da raiva, é considerada “obrigatória” e a única maneira de imunizar seu peludo contra esta doença fatal.

Vacina contra giárdia (giardíase)

Embora não faça parte do grupo de vacinas essenciais, a aplicação da vacina contra a giárdia canina é amplamente recomendada por médicos veterinários.

Apesar de não evitar 100% que o animal contraia a doença, relativamente comum em cães, esta vacina reduz consideravelmente as chances de contaminação.

Vacina contra gripe canina (tosse dos canis)

Do mesmo modo que nós humanos, os cães também ficam gripados.

A boa notícia é que a gripe canina, ou tosse dos canis como também é conhecida, não é transmitida deles para as pessoas e vice e versa.

Por precaução é recomendada a vacinação para que o animal tenha uma vida mais saudável, apesar de também não ser considerada uma das vacinas essenciais.

Vacina contra leishmaniose canina (calazar)

A leishmaniose canina (calazar) é mais uma doença considerada zoonose (transmitida do cão para humanos).

Da mesma forma que outras vacinas consideradas não essenciais, a vacina contra a leishmaniose é bastante recomendada por veterinários, especialmente quando o cão residir próximo de áreas de mata e locais já conhecidos por focos da doença.

Quais vacinas para cachorros são obrigatórias?

Na verdade, de acordo com a legislação brasileira, nenhuma vacina para cachorro é obrigatória, ou seja, não há penalidade para quem não vacinar seu peludo.

O que existe é uma consideração de vacinas “obrigatórias” (essenciais) e “não obrigatórias” (não essenciais) de acordo com as recomendações da posse responsável.

Ou seja, partimos do princípio que pessoas que optam por ter um cão em sua família, o tratarão com dignidade, oferecendo a qualidade de vida que o animal merece.

Isso inclui cuidados com alimentação, higiene e saúde, onde entram as vacinas para cachorros como uma maneira de ajudá-los a ter uma vida mais longa e saudável.

Dito isso, as vacinas “obrigatórias” para cães são a polivalente (V8, V10 ou V11) e antirrábica.

Entretanto, sempre que houver a possibilidade, especialmente pela questão financeira, por recomendação veterinária aplicam-se também as vacinas contra a giárdia, gripe canina e leishmaniose.

Calendário de vacinação para cães: quando aplicar?

O correto é começar o processo de imunização quando o cachorro ainda é filhote, fase em que está mais vulnerável a contrair doenças.

Como muitas vezes adotamos ou resgatamos das ruas cães mais velhos, vamos abordar esquema de vacinação para cachorros filhotes e adultos.

Esquema de vacinas para cachorros filhotes

Vacina V8 ou V10

A primeira dose da vacina múltipla V8 ou V10 é aplicada aos 60 dias de vida do cachorro.

Enquanto a segunda dose deve ser administrada entre 21 (vinte e um) e 30 (trinta) dias após a primeira.

A dose de reforço deve ser aplicada anualmente até o fim da vida do cachorro.

Vacina antirrábica

A vacina antirrábica, contra a raiva, deve ser administrada em dose única após o cachorro completar 4 meses de vida.

O reforço desta é aplicado anualmente pelo resto da vida do animal.

Vacina contra giárdia

A primeira dose da vacina contra a giárdia é a partir dos 60 dias de vida.

Já a segunda dose deve ser administrada entre 21 e 30 dias após a primeira.

Dose de reforço é aplicada anualmente até o final da vida do cão.

Vacina contra gripe canina

A primeira dose da vacina contra a tosse dos canis deve ser administrada a partir dos 60 dias de vida.

Entre 21 e 30 dias após a primeira dose é aplicada a segunda.

O reforço deve ser dado anualmente até o final da vida do cachorro.

Vacina contra leishmaniose

A primeira dose da vacina contra leishmaniose pode ser aplicada a partir dos 120 dias de vida.

A segunda dose é administrada entre 21 e 30 dias após a primeira.

Seguindo o mesmo esquema, aplica-se a terceira dose entre 21 e 30 dias após a segunda.

Uma dose de reforço deve ser aplicada todos nos anos até o fim da vida do animal.

Esquema de vacinas para cachorros adultos

O esquema de vacinação para cachorros adultos, principalmente quando não se tem certeza de que foram imunizados anteriormente, deve seguir o mesmo padrão dos filhotes.

A diferença fica por conta da vacina polivalente que em vez de duas, aplicam-se obrigatoriamente três doses.

Vacina para cachorro gratuita

A vacinação gratuita de cachorro é feita mediantecampanhas anuais em todo o território nacional, mas apenas contra a raiva.

Porém, talvez em breve tutores poderão vacinar gratuitamente seus cães também contra a leishmaniose, já que o projeto está em tramitação na câmara dos deputados.

Enquanto não temos uma definição, confira a seguir os valores das vacinas em clínicas veterinárias particulares.

Preços das vacinas para cachorros

Os preços de vacinas para cachorros podem variar de acordo com a localização da clínica veterinária.

Mesmo assim, é possível ter uma ideia de quanto custa cada uma delas.

Preço da vacina V8 (óctupla canina)

O preço da vacina V8, a óctupla canina, varia entre R$ 60,00 e R$ 90,00 cada dose.

Preço da vacina V10 (déctupla canina)

O preço da vacina V10 ou déctupla canina fica entre R$ 60,00 e R$ 90,00 cada dose.

Preço da vacina antirrábica para cães

O preço da vacina antirrábica para cães está entre R$ 60,00 a R$ 80,00 por dose.

Preço da vacina contra giárdia

O preço da vacina contra giárdia varia de R$ 60,00 a R$ 100,00 por dose.

Preço da vacina contra tosse dos canis (gripe canina)

O preço da vacina contra gripe canina fica entre R$ 60,00 a R$ 100,00 por dose.

Preço da vacina contra leishmaniose

O preço da vacina antirrábica para gatos varia de R$ 120,00 a R$ 180,00 por dose.

Agora você já conhece os diversos tipos vacinas para cachorros, quais são essenciais, o preço de cada uma e até mesmo quais são gratuitas.

No entanto, esse post deve ser utilizado com base para te ajudar a se programar em relação aos cuidados que deve ter com seu cachorro.

Quais vacinas seu cão realmente deve tomar, assim como se está apto a ser vacinado, são coisas que somente um médico veterinário, após consulta, pode determinar.

Siga a Arbolez no FacebookInstagram e Twitter para acompanhar tudo sobre cachorros.


Compartilhe esse post em suas redes sociais para que mais pessoas conheçam os tipos de vacinas, bem como o ciclo correto de vacinação dos cachorros.